Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

damas1


Quinta-feira, 20.05.10

Este blogue encheu-2

Por Lusodama

Este blogue, com URL http://damas1.blogs.sapo.pt , atingiu quase a capacidade máxima, está em 99% do total, tendo sido publicados 301 artigos.

A partir de hoje os artigos serão colocados num novo blogue cujo URL é http://damas2.blogs.sapo.pt , ou seja, basta colocar o 2 no lugar do 1, isto é, depois da palavra damas.

Este blogue teve, pelo menos, dois artigos semanais que foram publicados nas Segundas e Quintas-feiras.

O novo blogue continuará a funcionar nos mesmos moldes, podendo, no entanto, ter outro artigo à Sexta-feira, com notícias de interesse para a modalidade. É claro, caso alguém as envie.

Todas as rubricas existentes continuarão no futuro.

Transferiremos para o novo blogue os endereços de e_mail para o envio automático das notificações mas, informamos novamente, quem pretender deixar de receber essas notificações basta enviar um e_mail, para lusodama@sapo.pt , onde tal seja manifestado.

matisse-1.jpg

Breve história das páginas Lusodama na Internet

No Verão de 2003, em inúmeras conversas através de chat, duas pessoas que não se conheciam começaram a planear a criação de uma página web com informações, jogos, finais, problemas etc de Damas Clássicas. Uma dessas pessoas é Ruaz Ramos, cujas opiniões e incentivos foram decisivos para o projecto avançar.

Assim, em Agosto de 2003 a página http://clientes.netvisao.pt/lusodama/ era colocada online.

Veja algumas curiosidades acerca dos acessos a esta página.

Países que constam na categoria "El Resto", em 02/08/08: Andorra (4), Angola (3), Antilhas Holandesas, Austrália (5), Áustria (9), Argentina (2), Azerbeijão, Bélgica (59), Bolívia, Cabo Verde (40), Canadá (35), Chile, Chipre (6), Colômbia (25), Costa Rica (53),  Cuba, Dinamarca (2), El Salvador (12), Filipinas, Finlândia (2), Grécia (3), Guatemala (9), Haiti (2), Holanda (29), Islândia, Israel (3), Itália (81), Japão (4), Kuwait (3), Lituânia (2), Luxemburgo (26), México (109)Moçambique, Nicarágua (12), Panamá (2), Polónia (25), Porto Rico (4), Quénia (2), Reino Unido (35)República Checa (24)República Dominicana (3), Saara Ocidental, Senegal, Suécia (35), Suíça (96), Tunísia, Turquia, Venezuela (9).

24/06/08: Visitante nº 25 000; 21/06/08: Entrou o 21 000º português; 23/03/08: Visitante nº 23 000; 23/02/08: Entrou o 19 000º português; 29/12/07: Visitante nº 23 000; 25/12/07: Entrou o 1 300º brasileiro; 27/10/07: Entrou o 18 000º português; 09/10/07: Visitante nº 22 000; 10/08/07: Entrou o 200º marroquino; 08/08/07: Entrou o 200º argelino; 19/07/07: Visitante nº 21 000; 27/06/07: Entrou o 17 000º português; 13/05/07: Visitante nº 20 000; 04/05/07: Entrou o 1 000º brasileiro; 27/03/07: Entrou o 16 000º português; 21/02/07: Visitante nº 19 000; 20/02/07: Entrou o 200º peruano; 11/01/06: Entrou o 100º mexicano; 27/12/06: Entrou o 15 000º português; 19/12/06: Visitante nº 18 000; 25/11/06: Entrou o 100º estadunidense; 08/10/06: Visitante nº 17 000; 28/09/06: Entrou o 14 000º português; 05/06/06: Entrou o 800º brasileiro; 01/07/06: Visitante nº 16 000; 28/06/06: Entrou o 500º espanhol; 20/05/06: Entrou o 13 000º português; 13/04/06: Entrou o 100º marroquino; 26/03/06: Visitante nº 15 000; 15/03/06: Entrou o 100º francês; 10/02/06: Entrou o 700º brasileiro; 08/01/06: Entrou o 12 000º português; 25/12/05: Entrou o 100º peruano; 06/12/05: Visitante nº 14 000; 27/11/05: Entrou o 100º uruguaio; 15/09/05: Entrou o 400º espanhol; 13/09/05: Entrou o 100º alemão; 08/09/05: Entrou o 11 000º português; 06/09/05: Visitante nº 13 000; 06/06/05: Visitante nº 12 000; 25/05/05: Entrou o 10 000º português; 30/03/05: Visitante nº 11 000; 26/02/05: Entrou o 9 000º português; 06/01/05: Visitante nº 10 000; 30/12/04: Entrou o 500º brasileiro; 04/12/04: Entrou o 300º espanhol; 23/11/04: Entrou o 8 000º português; 17/11/04: Entrou o 50º marroquino; 29/10/04: Visitante nº 9 000; 19/10/04: Entrou o 50º peruano; 12/10/04: Entrou o 50º francês; 03/10/04: Entrou o 400º brasileiro; 23/09/04: Entrou o 50º mexicano; 17/09/04: Entrou o 7 000º português; 10/09/04: Visitante nº 8 000; 16/08/04: Entrou o 25º costa-riquenho; 16/07/04: Entrou o 300º brasileiro; 06/07/04: Visitante nº 7 000; 29/06/04: Entrou o 6 000º português; 29/06/04: Entrou o 50º alemão; 16/06/04: Entrou o 25º cabo-verdiano; 16/05/04: Visitante nº 6 000; 04/05/04: Entrou o 5 000º português; 23/04/04: Entrou o 200º brasileiro; 23/03/04: Visitante nº 5 000; 23/03/04: Entrou o 25º alemão; 23/03/04: Entrou o 50º estadunidense; 04/03/04: Entrou o 4 000º português; 02/03/04: Entrou o 150º brasileiro; 01/02/04: Visitante nº 4 000; 13/01/04: Entrou o 3 000º português; 25/12/03: Entrou o 100º brasileiro; 20/12/03: Entrou o 25º mexicano; 19/12/03: Visitante nº 3 000; 08/12/03: Entrou o 25º francês; 24/11/03: Entrou o 2 000º português; 09/11/03: Entrou o 25º marroquino; 31/10/03: Visitante nº 2 000; 19/10/03: Entrou o 50º brasileiro; 07/10/03: Entrou o 1 000º português; 03/10/03: Entrou o 100º espanhol; 02/10/03: Entrou o 25º estadunidense; 29/09/03: Visitante nº 1 000; 28/08/03: Início da contagem dos acessos.

Em 02/08/08 os dez países com mais registos de visitantes são: Portugal (20274), Brasil (1474), Espanha (717), Argélia (462), Marrocos (336), Peru (245), França (193), Alemanha (189), Estados Unidos (139) e Uruguai (111).

Em menos de um ano, o espaço disponível para a página estava esgotado. Por isso, no dia 25 de Julho de 2004 surgiu o blogue http://damas.blogs.sapo.pt/ com a seguinte introdução: Jogos, Golpes, Finais, Desafios, Notícias, enfim, tudo que diga respeito ao nobre jogo das Damas Clássicas.

Eis algumas curiosidades acerca dos acessos a este blogue.

No dia 13 de Novembro de 2004 teve a visita 500. No dia 01 de Abril de 2005 teve a visita 2 000. No dia 28 de Junho de 2005 teve a visita 3 000.

No dia 05 de Abril de 2007 teve a visita 7 000. No dia 16 de Outubro de 2007 teve a visita 8 000.

Este blogue contém 389 artigos e 58 comentários.

Em pouco mais de um ano, mais precisamente no dia 30 de Setembro de 2005, tivemos que publicar o seguinte artigo:

“Este blogue encheu

Por Lusodama

Este blogue, com URL http://damas.blogs.sapo.pt , atingiu quase a capacidade máxima, está em 99% do total, tendo sido publicados 387 artigos.

A partir de hoje os artigos serão colocados num novo blogue cujo URL é http://damas1.blogs.sapo.pt , ou seja, basta colocar o 1 depois da palavra damas. ...”

No dia 03 de Outubro foi publicado o primeiro artigo no blogue http://damas1.blogs.sapo.pt/  - Blogue sobre Damas Clássicas. Continuação do blogue http://damas.blogs.sapo.pt .

“outubro 03, 2005

Novo blogue

Por Lusodama

Este novo blogue é a continuação de outro, com URL http://damas.blogs.sapo.pt que, entretanto, atingiu o limite da sua capacidade.

Esse blogue (http://damas.blogs.sapo.pt) teve início no dia 25 de Julho de 2004. Às 0 horas do dia 28/09/04 começou a contagem dos acessos a esse blog e, até ao dia 30 de Setembro de 2005, teve perto de 4200 visitas. De 16 de Janeiro a 30 de Setembro de 2005 foi publicado pelo menos um artigo diariamente.

Este novo blogue (http://damas1.blogs.sapo.pt) terá um artigo publicado à Segunda-feira de cada semana e, caso haja notícias enviadas pelos damistas, outro à Sexta-feira. ...”

Na realidade nem todas as rubricas tiveram continuação.

Eis algumas curiosidades acerca dos acessos a este blogue.

No dia 20 de Janeiro de 2006 teve a visita 500. No dia 09 de Maio de 2006 teve a visita 1 000. No dia 08 de Dezembro de 2006 teve a visita 3 000.

No dia 03 de Maio de 2007 teve a visita 5 000. No dia 19 de Maio de 2008 teve a visita 11 000. No dia 16 de Julho de 2008 teve a visita 12 000.

Este blogue contém 304 artigos e 42 comentários.

Outro blogue faz parte dos planos destes espaços na internet, é o blogue Regras das Damas Clássicas comentadas e diagramadas. Que teve início no dia 17 de Agosto de 2004. Infelizmente não tem a atenção que merece e apenas conseguimos tratar até ao artigo 12º das Regras Oficiais.

Este blogue não tem contador, mas contém 20 artigos.

No dia 02 de Agosto de 2008, pelas 20:30h, as páginas Lusodama registavam os seguintes acessos:

1.

Portugal

20,274

79.9 %

2.

Brazil

1,474

5.8 %

3.

Spain

717

2.8 %

4.

Algeria

462

1.8 %

5.

Morocco

336

1.3 %

6.

Peru

245

1.0 %

7.

France

193

0.8 %

8.

Germany

189

0.7 %

9.

United States

139

0.5 %

10.

Uruguay

111

0.4 %

 

The rest

1,231

4.9 %

 

Total

25,371

100.0 %

Ao blogue
http://damas.blogs.sapo.pt/ tinham acedido 9 502 vezes.

E, ao blogue http://damas1.blogs.sapo.pt/ tinham acedido 12 230 vezes.

Os damistas que visitam estas páginas já se aperceberam que resultam do trabalho de poucas pessoas. Além dos que enviam artigos, e são muito poucos, existe o “administrador” das páginas que optou por deixar de estudar este nobre jogo, deixar de competir e de se dedicar à Composição Artística para poder manter estes espaços de divulgação das Damas Clássicas. Além de todo o trabalho visível nas páginas, há muito mais que nem dá para se aperceberem, falo de centenas de e_mails recebidos em várias línguas, e respondidos, com pedidos de informações etc.

Não é possível manter por muito mais tempo estas páginas sem a participação de outros damistas e a consequente divisão de tarefas.

O Damas2 terá o seu início, com novidades, mas o Damas3 só será uma realidade com “sangue novo” nesta equipa.

Todos sabemos existirem muitos damistas com material digno de ser publicado, à semelhança do que fizeram com outras publicações. Será que não sentem a necessidade de partilhar os seus jogos, finais, problemas etc?

A maioria gosta de jogar Damas Clássicas e estudá-las, muitas vezes comentam oralmente os artigos que publicamos, mas não são capaz, quiçá por preguiça, de se sentarem, escreverem dois parágrafos e enviá-los por e_mail. Nem imaginam como, muitas vezes, necessitamos desse feedback que nos dê ânimo para continuar esta tarefa que nos dá imenso prazer, mas nos esgota.

Aqui fica o derradeiro apelo: enviem artigos e comentários. Só assim estas páginas terão continuação.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por lusodama às 12:04

Quinta-feira, 31.07.08

Pare, pense e jogue – 136

Por Ludoxer

Ludoxer

ppj-136.jpg
Jogam brancas e?

Solução do pare, pense e jogue (135)

Encurtei o estudo do mestre, tirando o primeiro lance e, assim, salvo-o da demolição. Em 1968 OAL fê-lo publicar assim: 03, 04, (12), 14 x 08, (11), 32 JBG, julgando ter uma falsa solução. Ei-la: 14-19, 11-07! (pois 11-15; 03-07 e 07-11 etc. GB); 04x11, 08-04; 12-07!, 32-28 e o seguia com 19-22 que empata. Incrível não ter visto 07-16 GB. Como aqui saiu é uma pequena jóia, e contém o essencial da ideia do mestre: 03-06, 25-29 (ou 32-28; 07-03/06-11, 25-29; 06-11/07-03 etc. GB); 07-12, 32-28; 06-11, 28-23; 11-15! (A), 29-25; 12-07 etc. GB.

(A) Não 11-14 por 23-19; 14x23, 29-25; 12-29, 25-14 e as pretas escapam; Empate.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por lusodama às 11:21

Segunda-feira, 28.07.08

Respostas a um comentário

Por Luís Xavier e Ruaz Ramos

 

No dia 13 de Julho de 2008, pelas 09:53 h, no artigo PPJ – 133, foi escrito o seguinte comentário:

 

“Olá

 

Tenho uma dúvida sobre as regras. Uma dama é considerada uma peça ou duas? Penso que é uma, mas pergunto isto porque aqui:

 

http://fpdamas.home.sapo.pt/regrasclass.htm

 

diz-se que o jogo é constituído por 24 peças. Acho que se deveria usar palavras diferentes. Temos a palavra "pedras" ao dispor, por exemplo. Assim, uma dama seria constituída por 2 pedras.

 

Mas esta dúvida surgiu-me apenas por causa das regras de captura. A regra da quantidade diz que "em hipóteses simultâneas de captura é obrigatório tomar o maior número de peças". Se supusermos que uma dama é uma peça, então, se eu puder tomar com uma peça três "peões" e com outra duas damas, então eu devo tomar os 3 peões em vez das damas (o que é muito chato para quem toma, não devia isto ser tomado em conta?), mesmo tendo estas mais pedras (ou peças se atendermos à definição acima), 4, que os peões, 3. É isto? Se admitirmos que uma dama são duas peças, então seríamos forçados a tomar as 2 damas.

 

Outra frase que me intrigou foi esta: "A dama, após ter saltado sobre, pelo menos, uma peça, terá que mudar para diagonal perpendicular, desde que nessa diagonal existam peças que possa tomar". A frase dá a ideia duma obrigatoriedade de mudar de diagonal. Só há essa obrigatoriedade se houver peças para tomar. Talvez substituindo o "desde" por "se" ficasse mais claro.

 

Obrigado.

Pedro”

 

O comentário foi enviado a dois colaboradores do blogue, Luís Xavier e Ruaz Ramos, eis as respostas deles:

 

 

Caríssimo Pedro Machado,

É bom ter-se preocupado em analisar a redacção das Regras Oficiais do Jogo de Damas Clássicas.

Vou tentar responder da melhor forma que possa às diversas dúvidas – e não apenas a uma dúvida, como diz de início – que se lhe levantaram:

1 – Conforme poderá ler no nº 8 das próprias Regras a que se refere, diz-se: “No Jogo de Damas existem dois tipos de peças: os Peões, com que se inicia o jogo, e as Damas que são peões que conseguem atingir o extremo oposto do tabuleiro.

Portanto, caro damista é claro que um Peão é uma qualidade de Peça e a Dama é outra qualidade de Peça. No Xadrez, por exemplo, as Peças têm valor uniforme durante o jogo; nas Damas também se poderia criar uma peça fisicamente diferente do Peão que representasse uma Dama. Mas como nunca se sabe quantas Damas se virão a criar, seria pouco prático. Assim, parece-me inteligente utilizar duas peças de Peão para, colocando-as uma em cima da outra “criar” uma nova peça representativa de Dama.

2 – No início o Jogo é constituído portanto por 24 Peças, todas com o valor de Peão que, conforme se refere, passarão a Peças de Dama quando conseguem atingir o extremo oposto do tabuleiro. 

3 – O termo “Pedra” chegou a constar no primeiro projecto de redacção das Regras que tive o prazer de apresentar em Assembleia Geral da FPD; mas foi rejeitado por se ter considerado tratar-se de um termo popular mas pouco específico. Claro que na comunicação geral se diz passa-me as pedras... tens a comer uma pedra... etc mas convenhamos que do ponto de vista técnico o termo Peça é mais apropriado.

4 – Não concordo consigo que se devesse dar nomes diferentes a Peças representativas de Peão ou de Dama. Voltando ao exemplo do Xadrez, cada Peça ou de “Pedra”, se desejar, não deixará de assim se chamar independentemente de se tratar do Rei, de um Bispo ou de um Peão. Digamos que neste jogo as Peças têm mais qualidades e diferenças do que nas Damas...

5 – Existem duas Leis fundamentais nos Jogos de Damas, quer se trate das Clássicas, das Internacionais ou das nacionais de qualquer país do mundo: a Lei da quantidade e a Lei da qualidade. O que acontece muitas vezes é que essas leis determinam obrigatoriedades diferentes; mas existem sempre para se saber a que obrigam quando existem hipóteses diferentes de se tomarem peças. Em Portugal desde há muitos anos que se liga primeiro ao número de Peças e só depois à sua qualidade. Por isso é verdade que se tiver a “comer”, outra palavra da gíria popular, 2 Damas ou 3 Peões terá de tomar os 3 Peões. Ou se tiver a comer 2 Peões ou uma Dama terá de tomar os 2 Peões. E não me parece injusto porque as Regras são conhecidas à partida. E se pensa, como diz, que é muito chato para quem vai tomar as peças, o que me diz ver a questão do lado do parceiro que está prestes a perder 2 Damas e numa jogada de génio oferece 3 peões e até pode “comer” a Dama que o atacou?! As Damas são de uma beleza extrema precisamente por essas particularidades, não acha?

A propósito aproveito para, caso desconheça, o informar que só há pouco tempo é que os espanhóis aceitaram seguir as Regras portuguesas no valor de cada Peão e de cada Dama. Nós atribuímos 2 pontos por cada Peão e 3 pontos por cada Dama precisamente para havendo a tomar 2 Peões ou uma Dama aqueles valham 4 pontos contra 3 da Dama. Os espanhóis atribuíam 1 ponto a cada Peão e 2 à Dama o que tornava a toma opcional. Este pormenor que nos dividia era suficiente para “matar” jogadas espectaculares.

6 – Considero que terá certa razão sobre a redacção: "A dama, após ter saltado sobre, pelo menos, uma peça, terá que mudar para diagonal perpendicular, desde que nessa diagonal existam peças que possa tomar".

Mas, a não ser que não tenha atingido, deixo de entender quando diz:” A frase dá a ideia duma obrigatoriedade de mudar de diagonal”. Mas existe mesmo essa obrigatoriedade ...

De qualquer forma, a redacção poderá ser mudada caso alguém apresente essa sugestão em Assembleia Geral da FPD.

Por fim gostava de lhe deixar uma palavra de agradecimento pelas questões colocadas e dizer-lhe que, mesmo que não concorde com alguma das explicações que aqui lhe deixo, não veja nelas nem conservadorismo ou muito menos falta de interesse ou maleabilidade. É sempre bom trocar impressões sobre estes aspectos e se não estiver de acordo com os meus esclarecimentos, avance! Escreva à Federação Portuguesa de Damas a propor o que achar melhor para a modalidade. As Damas são de todos os damistas!

UM ABRAÇO

Ruaz Ramos

 

PEÇA, PEDRA OU PEÃO

E A LEI (REGRA) DA QUANTIDADE

 

Embora vulgarmente também se utilize o termo pedra optou-se, na redacção das leis do jogo de damas, pelo vocábulo peça. Peça é pois cada uma das partes ou elementos duma colecção ou conjunto.

Se consultarmos um dicionário vemos que peça é “cada uma das tábulas, pedras, ou figuras nos jogos de tabuleiro” (Grande Dicionário da Língua Portuguesa, de José Pedro Machado). Também se poderia dizer que pedra é cada uma das peças do jogo de damas... Mas não seria mais específico e, ou, compreensível, designar por pedra a peça, conforme a sinonímia mostrada.

Pedra tem muitas outras denotações e conotações, não sendo a mais normal tábula do jogo de damas, excepto para os damistas! Por outro lado peça parece ser um termo mais agradável, ainda que não me repugne a designação pedra. Em geral emprego o termo peão.

Transcrevo agora parte das leis do jogo no tocante à captura:

 

CAPTURA DE PEÇA

15 - Na captura de peças existem três leis, não interessando se a peça que toma é peão ou dama:

a) Obrigatoriedade - A captura é obrigatória.

b) Quantidade - Em hipóteses simultâneas de captura é obrigatório tomar o maior número de peças.

c) Qualidade - Em hipóteses simultâneas de captura de um mesmo número de peças é obrigatório tomar as peças com maior valor, valendo cada dama  mais do que cada peão.

(extraído do texto “Regras Oficiais” do sítio da Federação Portuguesa de Damas).

 

A estranheza do nosso leitor L. Pedro Machado, radica na ideia de que uma dama=2 pedras; o facto de se distinguir uma dama duma pedra colocando uma pedra sobre outra é que leva (ou pode levar) a imaginar aquela “equação”. Mas poder-se-ia usar um outro objecto, por exemplo uma moeda, para assinalar que uma peça (pedra) passava a ter a função de dama logo que atingisse qualquer casa da base do campo adverso. De acordo?

 

Na prática é muitíssimo raro suceder o exemplo dado pelo nosso leitor, no entanto em obediência ao preceito legal atrás transcrito deve tomar-se três pedras (ou peões) e não duas damas, ou pedras. Porque três é maior do que dois!

Quanto ao ser “chato” ter de tomar três peões (ou pedras) em vez de duas damas, tal sentimento deriva do facto de se reconhecer que em circunstâncias normais qualquer jogador preferia ter duas damas que três peões. Ou por outras palavras, o possuidor das duas damas na pior das hipóteses empatará; quanto ao possuidor das três pedras na melhor das hipóteses conseguirá empatar. Bom, mas este raciocínio só é válido isolando-se o material em causa. Por norma há outros factores a considerar. 

 

Um caso prático de aplicação da regra da quantidade.

 

Admita-se esta situação:

resp-com.jpg

Jogam brancas e ganham

Solução: 06-02, 11x20! (A); 02x24x31x18!

Só parando nesta casa pode cumprir o enunciado... e graças à “lei da quantidade”: 29x22... chegado aqui, como é sabido (e nem o L.P.Machado tem dúvida), o pp. deve tomar 2 peões e não a dama, continuando: 22x15x08; 18-04 GB.

 

(A) 11x24; 12-15 (A1), 24x11; 02x09/13 e 09/13-18 etc. GB.

 

(A1) Também servia 12-16 e 26x08 etc. GB. Este dual seria suprido se na #26 colocasse um peão (e não uma dama); mas pus lá uma dama para ir ao encontro da “questão” do leitor.

 

Amora, 20.07.2008

Luís Xavier

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por lusodama às 11:56

Quinta-feira, 24.07.08

Pare, pense e jogue – 135

Por Ludoxer

Orlando Augusto Lopes

ppj-135.jpg
Jogam brancas e?

Solução do pare, pense e jogue (134)

À primeira vista “aposta-se” no empate, no entanto há um recurso táctico bem escondido que frustra o intento das pretas: 25-29!, 26-21; 29-19 agora o inevitável ataque no rio tem “outra” força: 09-05; 02x09, 10-06; 09-18 GB.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por lusodama às 15:22

Segunda-feira, 21.07.08

Desafio 52

Por Lusodama

Escrevam as vossas opiniões nos comentários ou enviem por e_mail para lusodama@sapo.pt .

desafio-52-meu.jpg
Jogam as Brancas e ?

Autoria e outros dados (tags, etc)

por lusodama às 17:46

Quinta-feira, 17.07.08

Pare, pense e jogue – 134

Por Ludoxer

Ludoxer

ppj-134.jpg
Jogam brancas e?

Solução do pare, pense e jogue (133)

Um final simples de rematar a contento das brancas desde que se conheça o tema de ganho, que em problemismo se denomina tema castidade: 28-31, 12-08 (A); 21-26, 30x21 (B); 17x26, 29x22; 31x18, 08-04; 18-21, aí está ele (!), etc. GB.

(A) 12-07; 21-26, 30x21; 17x26, 29x22; 31x04 GB.

(B) 29x22; 31x09, 08-04 (ou 30-26; 25-29 etc. GB); 09-18 e 17x26 e 25-29 etc. GB.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por lusodama às 15:19

Segunda-feira, 14.07.08

Golpe 34

Por Lusodama

Resolvido por Lusodama, tendo por adversário o damista com nick khalid_hafad, na modalidade de 3' mais 10'' por cada lance efectuado, no sítio www.ludoteka.com , em 11/08/06.

1)12-15, 23-19; 2)08-12, 19-14; 3)10x19, 24-20; 4)15x24, 22x08; 5)09-13, 28-23; 6)13-17, 23-19; 7)05-10, 32-28; 8)01-05, 28-23; 9)05-09, 27-22; 10)10-13, 30-27; 11)07-12, 19-14; 12)11x18, 21x14; 13)02-05, 23-20; 14)03-07, 20-15; 15)12x19, 22x15; 16)13-18

golpe34.jpg

Jogam as Negras e ganham

Autoria e outros dados (tags, etc)

por lusodama às 10:27

Quinta-feira, 10.07.08

Pare, pense e jogue – 133

Por Ludoxer

Ludoxer

ppj-133.jpg
Jogam brancas e?

Solução do pare, pense e jogue (132)

O estudo, com ar de ocorrência vivida, parece claramente empatado. Os peões brancos estão longe da promoção e para mais em falso; e no entanto as brancas conseguem ganhar. Vamos ver como: 14-18, 05-02; 18-22! (A), 02-09 (B); 22-26, 09-22; 19-08, 22x29; 07-11, bloqueio simples e activo, GB.

(A) 19-28, 02-24; 28-05, 24-02, perpetuação de lances, E.

(B) 02-06; 22-26! (B1), 06-03; 26-29 GB.

(B1) 07-12, 03-13; 22-26, 13-22 E.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por lusodama às 15:09

Segunda-feira, 07.07.08

Pesado, mas bonito - 6

Por Luís Xavier

Jorge Gomes Fernandes

P-6.jpg

(7 damas em 9 peças)

Problema (5) – Jornal de Almada, 29.02.1980.

Solução: 19-23, 10x19; 23x14, 05x23; 28x19, 01x28; 32x14, 15x08; 14-04 GB.

Um belo exemplo do tema luso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por lusodama às 12:35

Quinta-feira, 03.07.08

Pare, pense e jogue – 132

Por Ludoxer

Ludoxer

ppj-132-a.jpg
Jogam brancas e?

Solução do pare, pense e jogue (131)

O peão da #19 é, o que chamo, um “traidor”. Sem ele, e em circunstâncias normais, as pretas empatariam como é sabido da teoria de finais. Mas ele existe! Logo as brancas vão aproveitar esse dado factual para vencer.

Solução: 20-24, 28-31 (A), 03-10, 31-09 (B); 10x23 (C), 09-13; 11-15 etc. GB.

(A) 28-32; 24-28 e 11-15 e 03x30 GB.

(B) 19-15; 11x20, 31-27; 10-23, 27-31; 23-30 etc. GB.

(C) 10x32, 09-02; 11-14, 02-11; 14-19, 11-15; 19-23, 15-22; 32-28, 22-31, 28-32; 31-22 etc. E.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por lusodama às 22:00


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Maio 2010

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031